fbpx

Blog

No nosso blog, você vai encontrar artigos, análises, e vídeos sobre educação financeira

Mostrando itens por marcador: Educação Financeira

Os relatórios financeiros sintetizam os números decorrentes da operação da empresa em determinado período e possuem diversos usuários, desde sócios, fornecedores, clientes, bancos e governo, pois através desses relatórios é possível verificar a saúde financeira daquela empresa.

Os 4 principais relatórios financeiros são:

  1. Balanço Patrimonial
  2. Demonstrativo de Resultados (DRE)
  3. Fluxo de Caixa
  4. Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido

O balanço patrimonial mostra a posição financeira da empresa em determinada data.

O ativo, de um lado, aponta os bens e direitos da empresa e de outro a justificativa de como esses bens e direitos foram financiados: se foi por capital de terceiro está representado no passivo e se for capital próprio dos sócios no patrimônio líquido.

Desta forma, temos:

Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido

O segundo relatório que queremos explicar é o Demonstrativo de Resultados (DRE) ou em inglês Profit and Loss (P&L), neste relatório, temos os resultados financeiros da empresa em determinado período. No DRE, as receitas e custos são reconhecidos pelo critério de competência, ou seja, não necessariamente há recebimento de caixa coincidentemente com a data do faturamento e é, justamente, por isso, que a importância de acompanhar o terceiro relatório financeiro que é o fluxo de caixa.

O fluxo de caixa é o relatório que demonstra as entradas e saídas de caixa da empresa em determinado período.

O último relatório que apresentaremos é o demonstrativo de mutações do patrimônio líquido, que aponta e justifica as variações nas contas de capital e lucros retidos.

As empresas que têm capital aberto com negociação na Bolsa de Valores enviam esses e outros relatórios para que investidores e outros interessados (stakeholders) possam consultar e analisar os números e indicadores, porém, sobretudo para os sócios, a análise desses relatórios é importante para todas as empresas, não só as de capital aberto, pois é através dessa análise que decisões podem ser tomadas.

Para os empreendedores, é importante começar o processo de desenvolvimento dos relatórios financeiros na fase do planejamento da empresa, pois é nesta etapa que eles discutem e avaliam quais serão os investimentos necessários para atingir o planejamento estratégico. Mesmo após o inicio da operação, é importante planejar, recorrentemente, receitas, despesas, fluxo de caixa e investimentos e comparar esse planejamento com o realizado.

A apuração dos resultados realizados fornece as informações do desempenho passado da empresas, contudo a comparação do planejamento com a apuração do realizado e o acompanhamento de indicadores fornecem aos empreendedores e empresários suporte para decisões futuras com o objetivo de melhorar o desempenho da empresa.

Publicado em Blog
Terça, 18 Agosto 2020 10:32

O Mercado de Crédito no Brasil

Antes de iniciarmos a explicação sobre os instrumentos de crédito, vamos explicar um pouco sobre mercado de crédito.

É no mercado de crédito que acontece a intermediação financeira. De um lado, temos os poupadores, que são aqueles que têm gastos inferiores ao ganhos e do outro lado, temos os que precisam de dinheiro extra, que podem ser pessoas ou empresas.

As instituições financeiras fazem a intermediação entre poupadores e aqueles que são deficitários (os que querem fazer um empréstimo). Esses empréstimos podem ter a finalidade de cobrir gastos do dia a dia ou investimentos de longo prazo.

As instituições financeiras cobram uma taxa de juros superior a taxa que elas remuneram os investidores, a diferença entre essas taxas é chamada de spread bancário.

Spread Bancário é a diferença entre o custo de captação ou quanto os bancos vão remunerar os investidores e a taxa de juros que esses bancos vão cobrar dos empréstimos.

Não é a intenção deste artigo detalhar o mercado de crédito, apenas faremos mais uma explicação complementar. O spread bancário, que é essa diferença entre custo de captação e o que a instituição financeira cobra dos seus clientes considera o fator risco, sobretudo de inadimplência, impostos, despesas e lucro da instituição financeira.

Acompanhem o nosso Facebook e se inscrevam no nosso workshop que será no dia 26 de agosto de 2020.

Publicado em Blog
Marcado sob
Segunda, 17 Agosto 2020 12:16

Workshop: Finanças para Empreendedores

Para fazer a inscrição no workshop finanças para empreendedores, clique no link abaixo.

Inscrição

Publicado em Blog
Marcado sob
Terça, 11 Agosto 2020 12:29

O Valor do Dinheiro no Tempo

 

Se o banco lhe diz que o seu dinheiro vai render 10% e você deixa esse dinheiro aplicado durante 2 anos, quanto terá de dinheiro no futuro? (vamos supor que seja um investimento de renda fixa pré-fixado, explicamos esse termo num post anterior, caso queiram consultar).

R$ 100,00 hoje é o valor presente

Primeiro Ano: o rendimento será de R$ 10,00 (10% de R$ 100,00)

Valor Futuro: R$ 110,00

Segundo Ano: a aplicação inicial agora não é mais de R$ 100,00, mas sim de R$ 110,00, pois o dinheiro foi capitalizado, desta forma, a nova aplicação será

R$ 110,00 de aplicação inicial no ano 2

Juros: R$ 11,00 (10% sobre R$ 110,00)

Valor Futuro: R$ 121,00

Esta aplicação, mantida durante dois anos, terá valor  futuro de R$ 121,00 e rendimento total de R$ 21,00

Hoje apresentamos um outro conceito muito importante de finanças.

Publicado em Blog
Marcado sob
Segunda, 10 Agosto 2020 12:48

Taxa de Retorno: uma primeira abordagem

Tanto nas aplicações financeiras feitas no banco como nas decisões de investimento das empresas existem dois termos frequentemente utilizados: taxa de retorno e valor futuro, Neste primeiro post, vamos explicar o que é a taxa de retorno e no segundo explicaremos o valor futuro.

Taxa de retorno: representa o total de dinheiro que um investimento retorna durante um determinado período de tempo.

Esse valor também pode ser representado em percentual, neste caso, divide-se o valor líquido do ganho pelo investimento inicial.

Vamos a um exemplo

Investimento: R$ 100,00

Ganho desse investimento: R$ 20,00 em 1 ano

Isto significa que teremos R$ 120,00 daqui há 1 ano

Qual a taxa de retorno desse investimento?

O cálculo é feito considerando o ganho dividido pelo investimento inicial, desta forma teremos:

R$ 20,00/R$100,00 = 20%

Esse conceito pode ser aplicado para análise de qualquer investimento e aqui foi mostrado um exemplos simples para apresentar o conceito.

Continuem acompanhando as redes sociais da Livax que em breve teremos novidades

Publicado em Blog
Marcado sob
Sexta, 06 Março 2020 16:48

Workshop Educação Financeira em Inglês

“A good story grabs your attention and takes you on a journey, evoking an emotional response.”
(Cole Knaflic)

Danilo e Rodrigo são dois jovens reunidos pelo “acaso” que decidem abrir uma startup

Cole Knaflic é uma especialista em storytelling que nos mostra como contar uma história de forma interessantíssima. É dela o livro ‘Storytelling with data’ que recomendamos hoje.

Colie Knaflic foi uma das referências que usamos para criar o workshop ‘How we started a business’.

A apresentação será na Cultura Inglesa de São Carlos no dia 17 de março às 19 horas.

Faça sua inscrição gratuitamente

Publicado em Blog